Quem vos Fala

Minha foto
Nerd-Headbanger-Apaixonada por Rosa, Química, Moda e Artes. Resolveu ser médica apesar de gostar de escrever (contrariando a classe) mas que ainda assim tem uma letra terrivelmente feia (justificando a classe..rs) "Os ideais que iluminam meu caminho são a bondade,a beleza e a verdade." Uma mistura de coisas distintas,incorrelatas,e completamente legítimas.

domingo, 10 de junho de 2012

Só pra (auto) notificar..

Estava, agorinha, escrevendo uma post.
Mas eis que, enquanto escrevia, olhei-a com ternura e profundidade, a salvei..e guardei, junto de tantas outras "obras não terminadas".
Acabou que realmente resolvi não postá-la.

Não diria que foi estado de espírito que mudou, porque não mudou em nada, mas ao escrever, a escrita (vale a redundância) talvez tenha cumprido a sua principal e velha função comigo: ser um prolongador do meu próprio espírito, que recebe o que preciso ou tenho a dizer, um receptor das minhas idéias e desenvolvedor das mesmas, e nisso..quem sabe, as ordena ao serem aplicadas, e as eterniza..as fixa.. e também as torna reais, palpáveis, claras e visíveis por uma vez que seja. Talvez nunca mais se repitam (geralmente não), mas em qualquer momento são perfeitamente possíveis de serem "re-lidas".
Talvez por esse motivo acabam por, quem sabe, ficar engavetadinhas como as cartas mais delicadas e do mais fundo da minha introspecção e interior mesmo.
É definitivamente um "auto-retorno", aqueles momentos de conversa com nós mesmos da forma mais simples, clara e aberta. Porém, a essência delas em si, que vai muito além de apenas momento e representam realmente algo bem de dentro que apenas virou "o tema do diálogo" de uma vez, se mantém, é claro, todos os dias e são algo muito presente....pois claro, fazem parte da nossa "composição" e do nosso "ser e espírito", digamos assim. (e com redundâncias válidas, novamente.)
Aos poucos, quem sabe, eu vá postando alguinho...
mas realmente, creio que se elas forem se transmitindo, não são via palavras....ai é realmente no meu operandi prático mesmo (de atitude), pois fazem parte do "espírito e da essência" né? Acabam rolando mais como "o fundo" e como "guias" de como levamos (estado presente) nossa vida.
Sem esquizofrenias..só avisando ;p

Bom, isto é só pra notificar mesmo que não foi mudança de espírito, que há algo escrito, e que bem, ficou ali como um registro claro e direto de um interior, sustentado pelo papel, e ordenado pelas palavras que ao mesmo tempo surgem do espírito e voltam para o mesmo.


*Divagando...*
E se isto não for expressão, realmente já não sei mais o que seria, rs
É impressionante como isso é intrínseco ao homem e totalmente necessário. É como nossa "segunda voz", senão, nossa forma mais profunda de tirar e dizer algo.
Posso dizer que minha "terceira" e "quarta voz" são o desenho e a música. Não há qualquer dúvida. O desenho eu me refiro ao tudo que seja visual e algo dramatizável, ai pode ser a fotografia, pintura, escultura, moda, etc, ou o desenho em si.




Bisous